Sexta, 31 de Outubro de 2014
            
     E-Mail:
     Password:
         
  Registe-se e conheça as vantagens
  Subscreva as nossas newsletters
D
Insira aqui qualquer assunto ou palavra relacionada que deseje encontrar.
INÍCIOTemas A-ZArtigo: Fundo para a Internacionalização das Empresas Portuguesas
- imprimir
Fundo para a Internacionalização das Empresas Portuguesas

O FIEP-Fundo para a Internacionalização das Empresas Portuguesas, SGPS, S.A., é uma sociedade anónima constituída no dia 20 de Outubro de 1997, com um capital social inicial de 20 milhões de contos, integralmente subscrito e realizado em dinheiro pelas seguintes entidades:
- Estado 40%
- Institutições Financeiras 60%

O FIEP, SGPS, S.A. posiciona-se de forma a desempenhar um papel activo no reforço de capitais próprios de projectos de internacionalização e a assumir os riscos associados à respectiva participação, quer entre o Estado e o Sistema Financeiro, quer entre tais entidades e o mundo empresarial.

Objectivos
- Facilitar as condições de internacionalização das empresas portuguesas;
- Participar na montagem de parcerias estratégicas - entre as Empresas, os Bancos e o Estado - e alavancar o financiamento dos respectivos projectos de internacionalização

Projectos enquadráveis
Investimento português no exterior, sendo exigíveis mínimos de envolvimento no capital (valor e percentagem) e gestão e uma adequada fundamentação estratégica, incluindo nomeadamente:
Instalação de estabelecimentos produtivos no exterior (designadamente, investimentos de reimplantação de empresas associados à ultrapassagem de bloqueios reais ou potenciais decorrentes da evolução dos factores competitivos da economia portuguesa)
Investimentos de natureza comercial
Outro tipo de operações de natureza considerada análoga (nomeadamente de índole contratual)

Operações de parceria (joint venture), em território nacional, entre empresa(s) portuguesa(s) e empresa(s) estrangeira(s), sendo exigível uma significativa e estável participação portuguesa no capital e na gestão e que o(s) parceiro(s) estrangeiro(s) demonstre(m) reconhecida competência e potencial de articulação com o(s) parceiro(s) português(eses), por forma a ser assegurada uma efectiva transferência de "saberes" para este(s) com vista ao reforço da sua capacidade competitiva.


Links relacionados com este artigo:
Fundo para a Internacionalização das Empresas Portuguesas
         11.07.2001
 


Página InicialSobre o I A P M E I

Contacte-nosOnde EstamosFicha TécnicaAjuda

Termos e Condições  •  Política de Privacidade  •  Site Acessível

Actualizado em: 30.10.2014

Copyright IAPMEI © 2001-2004, Todos os direitos reservados