O que é
A quem se destina
Como funciona
Critérios PME Líder 2016
Facilidades FINCRESCE
Carta de Benefícios
Bancos parceiros
Outros parceiros
Contactos
English version
PME Excelência 2016
Homepage
PME Excelência 2016

 

1 -'PME Excelência' é uma marca registada do IAPMEI.


2 - O Estatuto PME Excelência, válido por um ano, é atribuído pelo IAPMEI e pelo Turismo de Portugal (no caso das empresas do Turismo), em parceria com 11 bancos a operar em Portugal: Banco BIC, Banco BPI, Banco Popular, Bankinter, Caixa Geral de Depósitos, Crédito Agrícola, Millennium BCP, Montepio, Novo Banco, Novo Banco dos Açores e Santander Totta.


3 - As PME Excelência são selecionadas pelo IAPMEI e pelo Turismo de Portugal com base no universo das PME Líder à data de 30 de outubro de 2016, que cumpram cumulativamente os seguintes critérios:
    (i) Autonomia Financeira em 2015 >= 37,5% (Capitais Próprios/Ativo);
    (ii) Rendibilidade Líquida do Capital Próprio >= 12,5% (Resultado Líquido/Capital Próprio);
    (iii) Dívida Financeira Líquida/EBITDA <= 2,5 (Net Debt/EBITDA);
    (iv) EBITDA/Ativo >= 10%;
    (v) EBITDA/Volume de Negócios >= 7,5%;
    (vi) Crescimento do Volume de Negócios >= 0%



4 - No caso do setor do Turismo são selecionadas as empresas que cumpram cumulativamente o seguintes critérios:
    (i) Autonomia Financeira em 2015 >= 37,5% (Capitais Próprios/Ativo);
    (ii) Rendibilidade Líquida do Capital Próprio >= 8%, para empresas das divisões 55, 90, 91, 93 e 96 das CAE Turismo e >=12,5% para as restantes CAE Turismo (Resultado Líquido/Capital Próprio);
    (iii) Dívida Financeira Líquida/EBITDA <= 3,5, para empresas das divisões 55, 90, 91, 93 e 96 das CAE Turismo e <= 2,5% para as restantes CAE Turismo (Net Debt/EBITDA);
    (iv) EBITDA/Ativo >= 10%;
    (v) EBITDA/Volume de Negócios >= 7,5%;
    (vi) Crescimento do Volume de Negócios >= 0%
           

Para aceder às fórmulas de cálculo e outras informações sobre o Estatuto PME Excelência, consulte ou faça download do Regulamento dos Estatutos PME Líder e PME Excelência 2016.

 

_____________

PME Excelência 2015 - 1509 empresas distinguidas

Foram distinguidas com o estatuto PME Excelência 2015 1509 pequenas e médias empresas, que apresentaram os melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão no exercício de 2014.

No global, estas empresas geraram um volume de negócios superior a 7,8 mil milhões de euros e são responsáveis por perto de 57500 empregos. Exportaram cerca de 2 mil milhões de euros e apresentam autonomias financeiras médias na ordem dos 56%.

Com crescimento dos resultados líquidos perto dos 50%, as empresas viram também aumentar os seus rácios de rendibilidade em 25% para os capitais próprios e 31,5% para as vendas.

Lista das empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2015



IAPMEI distingue melhores PME nacionais - PME Excelência 2014 crescem 67%

1845 empresas representativas de vários setores de atividade de Norte a Sul do país foram distinguidas a 26 de janeiro, em Santa Maria da Feira, com o estatuto PME Excelência 2014, um selo de reputação criado pelo IAPMEI para discriminar positivamente as empresas que anualmente apresentam os melhores desempenhos económico-financeiros, criando condições de visibilidade acrescida a um segmento empresarial com contributos ativos para a economia e o emprego nacionais.

O universo das PME Excelência 2014 cresceu mais de 67% relativamente aos estatutos atribuídos no ano anterior. Os números não refletem menor exigência na atribuição do galardão, porque os requisitos base da distinção foram mantidos face à edição anterior, mas o que se verificou foi que muitas empresas apresentaram subidas médias muito substanciais nos seus indicadores económico-financeiros, melhorando os seus resultados em praticamente todos os indicadores.

Quando comparados com os últimos dados disponíveis da análise de empresas não financeiras do Banco de Portugal, verifica-se que há um enorme desvio da média apresentada pelas empresas em geral, o que faz com que as PME Excelência funcionem como motor da economia nos seus setores ou regiões.

São empresas que apresentam rácios de solidez financeira e de rendibilidade muito acima da média nacional e que têm conseguido atuar em contraciclo, aliando um crescimento médio das vendas de 15%, com o aumento das exportações situado nos 16%, 2 vezes e meia acima quando comparado com os resultados da estrutura empresarial nacional.

Com autonomias financeiras médias superiores a 54%, as PME distinguidas registam rendibilidades muito acima da média nacional, com crescimentos que ultrapassam os 40% ao nível dos capitais próprios, das vendas, e do ativo, valores que confirmam o perfil superior destas empresas em termos de desempenho.

Mais de 64% das empresas tem a sua atividade ligada à indústria e comércio, sendo a seguir o turismo e os serviços, com cerca de 12% cada um, os outros setores mais representados no conjunto da amostra das PME Excelência 2014.

Em conjunto as empresas são responsáveis por mais de 69 mil empregos, e estão sobretudo concentradas nos distritos do Porto (19%), Lisboa (17%), Aveiro (13%), Braga (12%) e Leiria (9%).

O Estatuto PME Excelência é atribuído anualmente pelo IAPMEI, numa parceria com o Turismo de Portugal e os principais bancos a operar em Portugal, Banco BPI, Banco Popular, Barclays, Caixa Geral de Depósitos, Crédito Agrícola, Millenniumbcp, Montepio, Novo Banco e Santander Totta, e insere-se num programa de qualificação de empresas lançado pelo IAPMEI, com o objetivo de dar notoriedade e otimizar condições de financiamento e de reforço competitivo ao segmento das PME Líder, empresas com perfis de risco superiores, que constituem pelas suas características importantes alavancas de desenvolvimento para a economia e o emprego do país.

A seleção das PME Excelência é feita anualmente a partir do universo das PME Líder, criando um instrumento de visibilidade acrescida para o grupo de empresas que em cada ano se destacam pelos melhores resultados.

Lista das empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2014



IAPMEI distingue 1103 empresas com o Estatuto PME Excelência 2013

Foram apresentadas a 6 de fevereiro, numa cerimónia pública que contou com a presença do Ministro da Economia e do Secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, as 1103 empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2013, um instrumento de reputação criado pelo IAPMEI, que visa sinalizar as pequenas e médias empresas com perfis de desempenho superiores.

São empresas que obtiveram os melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão no exercício de 2012, e que conseguiram manter-se competitivas num contexto económico exigente, com crescimento e consolidação de resultados.

No seu conjunto, as PME Excelência 2013 são responsáveis por mais de 43 mil postos de trabalho direto e geraram um volume de negócios superior a 5,8 mil milhões de euros em 2012, que representou um crescimento médio de 9%, face ao exercício anterior.

Com um ativo líquido global de 4,4 mil milhões de euros, as PME Excelência 2013 apresentam uma autonomia financeira média de 52,6% e níveis de rendibilidade dos capitais próprios, do ativo, e das vendas, de respetivamente 17%, 9% e 6,9%.

O contributo destas empresas para as exportações foi de 1,7 mil milhões de euros em 2012, valor que representou um crescimento de 27% relativamente ao ano anterior.

São empresas que tiveram um crescimento de 31,7% nos seus resultados líquidos e que viram aumentar o seu ativo em 11%.

Em termos setoriais, a Indústria, com 427 empresas (38,8%), e o Comércio, com 278 empresas (25,3%), são as atividades mais representadas no grupo das PME Excelência 2013, ocupando 64% do universo total de empresas distinguidas.

O Turismo e os Serviços, cada um representando 14% das empresas, os Transportes, com 3,9%, e a Construção, com 3,7%, são a seguir as atividades mais representativas no conjunto das PME Excelência.

Em termos de localização, os distritos do Porto e Lisboa, seguidos de Aveiro, Braga e Leiria, com respetivamente 204, 184, 157, 144 e 93 empresas, são os que reúnem a maior concentração das PME Excelência 2013. 

Lista das empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2013



PME Excelência 2012

Foram distinguidas com o estatuto PME Excelência 2012, numa sessão presidida pelo Ministro da Economia e do Emprego, que contou também com a presença do Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, 1.314 pequenas e médias empresas que apresentaram os melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão no exercício de 2011.

São empresas que apresentam rácios de solidez financeira e de rendibilidade acima da média nacional, que têm sabido manter altos padrões competitivos num contexto particularmente exigente e que estão a conseguir ultrapassar a crise com crescimento, consolidação de resultados, e contributos ativos na criação de riqueza e de emprego das regiões onde se inserem.

O Estatuto PME Excelência foi criado pelo IAPMEI (Agência para a Competitividade e Inovação)  com o objectivo de sinalizar, através de um instrumento de reputação, o mérito de pequenas e médias empresas com perfis de desempenho superiores, e conta com a parceria do Turismo de Portugal, I.P. e dos principais bancos a operar no mercado, designadamente o Banco Espírito Santo, e BES dos Açores, o Banco BPI, o Barclays, a Caixa Geral de Depósitos, o Crédito Agrícola, o Millennium bcp, o Montepio e o Santander Totta.

Em conjunto, as PME Excelência 2012 geram mais de 45 mil postos de trabalho direto e foram responsáveis por um volume de negócios superior a 6,3 mil milhões de euros em 2011, que representou um crescimento médio de 5%, face ao exercício anterior.

Com um ativo líquido global de 4,7 mil milhões de euros, as PME Excelência 2012 apresentam uma autonomia financeira média de 52% e níveis de rendibilidade dos capitais próprios, do ativo, e das vendas superiores à média nacional.

O seu contributo para as exportações foi de 1,6 mil milhões de euros em 2011, valor que representou um crescimento de 21% relativamente ao ano anterior.

São empresas que tiveram um crescimento de 24,6% nos seus resultados líquidos e que viram aumentar o seu ativo em 8%.

Em termos setoriais, a Indústria, com 440 empresas (36%), e o Comércio, com 362 empresas (29%), são as atividades mais representadas no grupo das PME Excelência 2012, ocupando 65% do universo total de empresas distinguidas.

Os Serviços estão representados com 14% das empresas, o Turismo com 11%, a Construção com 6%, e os Transportes com 4%, no conjunto das PME Excelência.

Em termos de localização, os distritos do Porto e Lisboa, seguidos de Aveiro, Braga e Leiria, com respetivamente 227, 202, 149, 136 e 89 empresas, são os que reúnem a maior concentração das PME Excelência 2012.

O Estatuto PME Excelência insere-se num programa de qualificação de empresas do IAPMEI, que visa conferir notoriedade e otimizar condições de financiamento e de reforço competitivo ao segmento das PME Líder, empresas com perfis de risco superiores, que pelas suas estratégias de crescimento constituem alavancas importantes do desenvolvimento económico do País.

Associadas ao estatuto estão condições de maior facilidade no acesso ao crédito, melhores condições de financiamento e de aquisição de produtos ou serviços, facilitação na relação com a banca e a administração pública, e um certificado de qualidade na sua relação com o mercado.

A seleção das PME Excelência é feita anualmente a partir do universo das PME Líder, criando um instrumento de visibilidade acrescida para o grupo de empresas que em cada ano se destaque pelos melhores resultados.

Lista das empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2012

 

PME Excelência 2011

O Estatuto PME Excelência foi atribuído em 2011 a mais de 1.400 empresas, que em vários setores de atividade, se destacaram pelos melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão.

Em conjunto, as PME Excelência’11 geraram perto de 47 mil postos de trabalho direto e foram responsáveis por um volume de negócios superior a 7,9 mil milhões de euros no último ano, que representou um crescimento médio de 27%.

Com um ativo líquido global de 5,4 mil milhões de euros, as PME Excelência’11 apresentam uma autonomia financeira média de 51% e níveis de rendibilidade dos capitais próprios, do investimento, e das vendas superiores à média.

São empresas que tiveram um crescimento de 21% nos seus resultados líquidos e que viram aumentar o seu ativo em 12%.

Em termos setoriais, o Comércio e a Indústria são as atividades mais representadas no grupo das PME Excelência’11, ocupando 72% do universo total de empresas distinguidas.

Os Serviços estão representados com 10% das empresas, a Construção com 7%, e o Turismo com 6,8% no conjunto das PME Excelência’11.

Em termos de localização, os distritos do Porto e Lisboa, seguidos de Aveiro, Braga e Leiria, com respetivamente 265, 226, 180, 141 e 108 empresas, são os que reúnem a maior concentração das PME Excelência 2011.

Lista das empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2011

 

PME Excelência 2010

São 1.105 as empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2010, que se evidenciaram pelos melhores desempenhos do universo das PME Líder nacionais de vários setores de actividade.


Lista das empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2010

 

23-05-2016