Este sítio utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos.
Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Saber Mais Compreendi
Empreendedorismo

Na linha da Estratégia Europa 2020, o IAPMEI assume o relançamento do espírito empresarial e a dinamização do empreendedorismo, como pilares da sua missão, com vista ao reforço da competitividade da economia nacional.

Neste domínio a ação do IAPMEI  está orientada para dois vetores fundamentais:

  • A dinamização do ecossistema empreendedor;

  • A promoção do empreendedorismo, nomeadamente o relacionado com a produção de bens e serviços transacionáveis, com elevado grau de inovação e de valor acrescentado, contribuindo para uma maior cultura empreendedora na sociedade portuguesa.



Na conceção e concretização destas linhas orientadoras, a abordagem do IAPMEI está focada em três níveis de desenvolvimento:

  • A Originação (Stand Up) - em parceria com entidades como a Direção Geral de Educação (DGE) e a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), o Conselho Coordenador dos Institutos Supeiores Politécnicos (CCISP) e o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), para  promover a educação para o empreendedorismo, a dinamização do espírito empreendedor e o aparecimento de novas ideias, de novos projetos e de novos talentos;

  • A Capacitação (Start Up) - em parceria com o Sistema de Investigação, Desenvolvimento e Inovação (SIDI), com entidades do ecossistema empreendedor e com agentes económicos, para capacitar o talento nacional de forma a melhorar competências para que possam concretizar e desenvolver os seus projetos empresarias incorporando inovação, validando e  transferindo tecnologia, por forma a viabilizar uma maior criação de valor, maior tempo de sobrevida e melhores condições de sucesso;

  • O Crescimento (Scale Up) - em parceria com entidades do ecossistema empreendedor, com os agentes económicos e com entidades financiadoras, de forma a viabilizar a existência de iniciativas, medidas e instrumentos de política pública que assegurem, às novas empresas, as condições de financiamento necessárias ao seu crescimento e desenvolvimento.
     



Última atualização
11-12-2017
Avalie este conteúdo
Última atualização
11-12-2017
Avalie este conteúdo