FINICIA
O programa FINICIA enquadra um conjunto de instrumentos de capital e dívida configurados para, de forma individualizada ou combinada, corresponderem às necessidades de financiamento de iniciativas empresariais reconhecidas como socialmente meritórias, economicamente sustentáveis e que revelem potencial de desenvolvimento.

Na prática, através do programa FINICIA pretende-se alargar a base de acesso ao capital de risco e à garantia mútua, proporcionando a empresas de pequena dimensão recursos essenciais ao desenvolvimento da sua actividade nas fases iniciais do seu ciclo de vida, em condições favoráveis.

Projetos empresariais enquadráveis: diferenciadores, próximos do mercado ou com potencial de valorização económica:
 
  • na fase de criação da empresa;
  • em empresas nos 4 primeiros anos de atividade;
  • em projetos de interesse para o desenvolvimento económico local, em mais de 90 municípios protocolados.


Como funciona?


Para garantir o acesso aos meios financeiros, o Estado partilha o risco destas operações com Sociedades de Capital de Risco, Instituições Bancárias, Sociedades de Garantia Mútua e “Business Angels”. Nas Linhas de Crédito, as Sociedades de Garantia cobre o risco de crédito bancário até 75% do valor em dívida.
 

A nossa rede de parceiros financeiros


Sociedades de Garantia Mútua (intervenção definida por zona geográfica)

Bancos protocolados (soluções de microcrédito e early stage)

•    Banco BPI
•    Montepio
•    Novo Banco
•    Santander Totta
•    Bankinter

Business Angels

•    Federação Nacional de Business Angels
•    Associação Portuguesa de Business Angels
•    IFD – Instituição Financeira de Desenvolvimento


Linhas de Financiamento Ativas

Linhas-de-Financiamento-Ativas1.png* Nas soluções de financiamento de âmbito municipal, por Município protocolado, existe um único banco protocolado.


Última actualização
08-09-2017
Avalie este conteúdo
Última actualização
08-09-2017
Avalie este conteúdo