Este sítio utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos.
Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Saber Mais Compreendi
Image Iapmei

DIGITALbuilt

 
ÂMBITO DE ATIVIDADE
bandeirapt_rd-(1).jpg
ENTIDADE GESTORA
PCTP - Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção
CONSÓRCIO
Entidades integrantes
CONTACTOS
Paulo Fonseca | paulo.fonseca@builtcobalt.pt
 
 

MISSÃO E OBJETIVOS

O Polo tem como objetivos gerais a Capacitação e Inclusão Digital, a Transformação Digital do Tecido Empresarial e a Digitalização da Administração Pública nas áreas do ambiente construído.

Uma das principais missões do Polo será identificar dinamicamente as necessidades da indústria e potenciar o aparecimento de soluções que resultem em inovação sobre a qual as PMEs possam promover ideias, pensamentos, processos e pesquisas, a fim de melhorar o desenvolvimento dos seus produtos, prover melhores serviços para seus clientes, aumentar a eficiência e reforçar o valor agregado.

Outra missão será apoiar a Administração Pública no teste e implementação de medidas orientadas para a Gestão do Território no que concerne ao Ambiente Construído, como por exemplo a Gestão de Urbanismo com Digital Twins, Inteligência Artificial (IA) para os volumes de dados gerados para o diagnóstico e tomada de decisão no território (vias rodoviárias/ferroviárias, PDM, Licenciamento Automático, entre outras) ou mesmo medidas de Sustentabilidade Ambiental baseada na gestão energética, ambiental e operacional dos Edifícios (ou dos Bairros) tendo em vista a sustentabilidade e a resiliência do território.

 

ATIVIDADE E SERVIÇOS

> Para PME:

  • Acesso facilitado às infraestruturas tecnológicas mais recentes de apoio (HPC, Cloud, Data centers, bases de dados, hardware e software relativos a Robótica, IoT, IA, Realidade aumentada, Blockchain, simulação…) para suporte ao desenvolvimento e teste de soluções digitais, bem como ao teste da sua escalabilidade;
  • Disponibilidade de competências avançadas em digitalização e apoio à identificação de ações concretas de conversão digital das atividades das empresas;
  • Disponibilidade de ferramentas e expertise em segurança digital que aportem a confiança e segurança para a colocação em funcionamento de novos produtos/soluções das empresas;
  • Aumento da penetração das tecnologias, materiais e processos disruptivos na construção e infraestruturas, com destaque para automação, IoT e robótica colaborativa nas suas operações, digitalização das infraestruturas e materiais avançados e inteligentes;
  • Financiamento para iniciativas de inovação digital disruptiva e de maior risco, que permitam suprir as lacunas de conhecimento da banca comercial, especialmente para as fases de entrada no mercado.

> Para a Administração Pública:
  • Soluções digitais diversas que garantam a interoperacionalidade e eficiência do ecossistema com o setor público, com destaque para a normalização, digitalização de processos e contratos públicos, smart contracts e innovative and green public procurement.

> Outros:
  • Criação de uma Incubadora Nacional para a Digitalização do ambiente construído, que 1) fomentará o desenvolvimento de competências tecnológicas e soft skills necessárias para a dinamização empresarial e incentivo à criação de startups na esfera do ambiente construído; 2) disponibilizará infraestruturas tecnológicas de apoio à Indústria, funcionando como “balcão único”; 3) facilitará a experimentação e teste de tecnologias digitais na fase prévia a investimentos (criação de testbeds, sandboxes e simuladores ciberfísicos para o efeito), de forma a minimizar riscos, contribuir para homologações/certificações e potenciar metodologias AGILE;
  • Criação de núcleo especializado de IA aplicada para apoio às PMEs;
  • Desenvolvimento de protocolos de cibersegurança e consultoria que ajudem as PME a minimizar os riscos de terem os seus negócios mais ligados e consequentemente mais expostos;
  • Criação de um passaporte digital nacional (Digital Twin Nacional) do ambiente construído, baseado em HPC;
  • Desenvolvimento de um Programa Nacional para a Capacitação Digital na área do ambiente construído, que pretende extrapolar o modelo bem-sucedido da Academia dos Recursos Minerais (ARM) para um programa abrangente de todo o ecossistema do ambiente construído;
  • Criação de uma rede de casos piloto (referências e benchmarks adaptados à realidade em que o Polo se foca) e de um núcleo de apoio à implementação digital;
  • Facilitação do desenvolvimento de colaborações entre PME, Administração Pública ou Start-ups para a criação de soluções digitais prontas para o mercado, em especial com foco na normalização, interoperacionalidade e digitalização e automatização de processos e contratos públicos relacionados com as infraestruturas (base no modelo BIM), bem como para processos relacionados o LCA e Green Building;
  • Apoio às PMEs na procura de financiamento para investimento em tecnologias digitais utilizando as características de parceiros especializados nessa área;
  • Desenvolvimento de um "score digital" independente para projetos digitais para melhorar as avaliações de risco e fortalecer o processo de due diligence financeiro.
   
 

ÁREAS DE COMPETÊNCIA DIGITAL

 

ai-(2).png

INTELIGÊNCIA
ARTIFICIAL


BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.png

 

em-movimento-(4).png

SIMULAÇÃO




BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png
 

ciberfissico2.png

SISTEMAS
CIBERFÍSICOS



BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png
 

networking-(3).png

SOLUÇÕES DIGITAIS
INTEROPERABILIDADE
SETOR PÚBLICO

BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png

 
avancado-(1).png

MATERIAIS
AVANÇADOS


BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png
LEGENDA: Maior especializaçao: ●●●●● | Menor especialização: ●○○○○
 

SETORES ABRANGIDOS

 

construcao-(2).png

CONSTRUÇÃO


BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.png

 

predio-(1).png

ADMINISTRAÇÃO
PÚBLICA


BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png
 

economia-circular.png

ECONOMIA CIRCULAR
AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE


BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png
 

industria-40-(2).png

INDÚSTRIA


BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png

 
recursos-naturais.png

RECURSOS NATURAIS E INDÚSTRIA EXTRATIVA

BOLABRANCACHEIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.pngBOLABRANCAVAZIA.png
LEGENDA: Maior especialização: ●●●●● | Menor especialização: ●○○○○


 
LINKS
Polos de Inovação Digital