Este sítio utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos.
Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Saber Mais Compreendi


Antes de efetuar qualquer operação de certificação, assegure-se de que a operação anterior não contém erros!


Qualquer empresa certificada tem sempre a possibilidade de, de forma autónoma, proceder a correções à última operação de certificação que efetuou. Esta possibilidade de correção aplica-se apenas à última operação efetuada, não a operações anteriores.

Erros sucessivos não são, portanto, passíveis de correção. Se existirem, obrigarão sempre a uma análise da sua natureza por parte da entidade certificadora, sendo potencialmente determinantes da revogação da certificação que foi obtida com base nesses dados errados. Por isso, é importante evitar a persistência de situações de erro.

Uma das formas mais simples de evitar o erro é a verificação cuidadosa do relatório de certificação que é mostrado previamente à submissão do formulário: minimiza a possibilidade de se cometer o erro. Outra, complementar, é a verificação detalhada do relatório de certificação da última operação que foi efetuada, antes de se iniciar qualquer nova operação de certificação: se existir algum dado errado que foi preenchido na operação anterior, este ainda poderá ser corrigido, de forma autónoma, pela empresa.

Há ainda que ter em atenção que as operações de certificação que determinam a caducidade ou a revogação da certificação (por exemplo, por comunicação de perda de enquadramento da empresa nos limiares de PME ou de cessação da atividade) não são passíveis de correção. Apenas se a empresa se mantiver certificada após a submissão do formulário de certificação tem possibilidade de o corrigir.

Estas operações de certificação que não são passíveis de correção contêm um aviso expresso nesse sentido, prévio ao momento da submissão, de modo a prevenir possíveis erros. Em caso de dúvida, será fundamental esclarecê-la antes da submissão do formulário.



Mais dicas sobre Certificação PME, aqui.