Este sítio utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos.
Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Saber Mais Compreendi
Capacitar i4.0
Capacitar-(1).png


O Programa Capacitar i4.0 integra as iniciativas nacionais Indústria 4.0 e INCoDe.2030 e visa qualificar as pessoas e as organizações para responderem aos desafios da 4.ª Revolução Industrial, que é caracterizada pela introdução de sistemas ciberfísicos, inteligentes e interligados, nos processos de produção, na cadeia de valor, na relação com o cliente e no modelo de negócio.

Com a consciência de que vivemos num mundo global, interligado e radicalmente aberto, onde a única certeza é a incerteza e a fonte adquirida de vantagem competitiva é o conhecimento, o Programa Capacitar i4.0 considera fulcral promover o desenvolvimento de competências emocionais e técnicas, das quais se destacam:
 
  • A atitude empreendedora de alguém que explora continuamente novas áreas do conhecimento, que promove a sua partilha, fomenta o trabalho em equipa e é proativo e criativo na proposta de soluções alternativas, novos caminhos, serviços ou produtos. Alguém com espírito crítico, que persiste no livre debate de ideias e que não tem receio de experimentar, falhar, aprender com os erros, reinventar, emocionar-se, que tem a audácia de inverter o pensamento, contrariando tendências estabelecidas, explorando novos paradigmas. Alguém resiliente, com a clarividência necessária para criar uma equipa e traçar uma estratégia para implementar soluções e testá-las no mercado;
 
  • A capacidade de pensar global e de desenvolver estratégias integradoras e escaláveis na cadeia de valor, promovendo sinergias, parcerias e o trabalho em colaboração, de forma ágil e eficiente;
 
  • A facilidade em comunicar em vários idiomas, como o Inglês e Espanhol;
 
  • O domínio da matemática, estatística e do raciocínio lógico e abstrato, possibilitando a análise e gestão de grandes quantidades de dados, transformando-os em conhecimento e valor para o negócio;
 
  • Estar atento às constantes mudanças do 'Glossário do Universo Digital e da Caixa de Ferramentas' de forma a não ficar 'perdido na tradução' e obsoleto face a processos e tecnologias emergentes;
 
  • A capacidade de programar e recorrer às inúmeras frameworks disponíveis e fóruns de discussão, procurando acelerar o processo de desenvolvimento e resolução de problemas;
 
  • Reconhecer a importância das rotas digitais, enquanto plataforma de promoção e venda dos seus produtos/serviços;
 
  • Contribuir para implementação do modelo de 'fábrica inteligente' integrando projetos que preconizem a criação, com recurso à internet das coisas e plataformas online, de um fluxo contínuo de informação, capaz de integrar dados e medir, em tempo real, o estado da arte dos projetos e os indicadores da organização;
 
  • Promover uma cultura organizacional focada no 'aprender fazendo', na partilha e na criação contínua de novo conhecimento.



Esta transformação digital implica que as organizações sejam capazes de:


Tabela-i4-0.png 
O programa Capacitar i4.0 tem assim por objetivos:
 
  • Promover uma rede de academias i4.0 nas empresas que desenvolvam planos de qualificação dos seus ativos empregados em resposta aos desafios da 4.ª Revolução Industrial, nos domínios do saber-saber, saber-ser e saber-fazer, reduzindo tempos de set-up no início de uma nova função e aumentando a eficiência da pessoa e da empresa, bem como a qualidade do produto ou serviço;
 
  • Fomentar e capacitar o desenvolvimento de learning factories nas academias i4.0, como demonstradores de tecnologias, processos, operações e metodologias inovadoras;
 
  • Impulsionar a contratação de investigadores nas áreas críticas i4.0 para assegurar excelência técnico-científica nas academias i4.0;
 
  • Dinamizar ações inter-empresas promovidas por entidades da envolvente empresarial e centros de qualificação com experiência comprovada na prestação de serviços de formação individual e coletiva de pessoas, que contribuem para o desenvolvimento de competências digitais;
 
  • Criar e testar instrumentos de avaliação da maturidade das empresas face aos desafios da Industria 4.0;
 
  • Fomentar a criação de planos de ação e conteúdos de referência disponíveis de forma universal e gratuita, via e-learning, para impulsionar a autoformação e qualificar a procura de serviços, alinhados com os instrumentos de avaliação e diagnóstico;
 
  • Incentivar a criação de uma rede de formadores qualificados nas temáticas i4.0, assegurando a capacitação das academias i4.0 para dar resposta aos desafios do mercado com excelência técnica;
 
  • Propor o alinhamento dos temas i4.0 em parcerias de I&DT.