Este sítio utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos.
Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Saber Mais Compreendi
StartUP Portugal
 
O Ministério da Economia lançou, em 2016, a Estratégia Nacional para o Empreendedorismo, designada StartUP Portugal, tendo como visão o alargamento a todo o país e a todos os setores de atividade da dinâmica empreendedora subjacente à constatação de que Portugal tem hoje um dos mais vibrantes ecossistemas de empreendedorismo europeus, decorrente dos investimentos realizados na última década em qualificação de recursos humanos, infraestruturas e tecnologia, que proporcionam enormes oportunidades para quem pretende lançar ou investir em novos negócios.

A Estratégia Nacional para o Empreendedorismo foca-se em três eixos de atuação: ecossistema, financiamento e internacionalização, tendo sido estabelecidos os objetivos:
  • criar e apoiar o ecossistema à escala nacional;
  • atrair investidores nacionais e estrangeiros;
  • melhorar e fomentar o financiamento das startups em todas as fases do seu desenvolvimento;
  • promover e acelerar o crescimento das startups portuguesas nos mercados externos.


A StartUP Portugal, desde o seu início, já implementou diversas medidas, algumas delas emblemáticas como o StartUP Visa ou o recentemente lançado Fundo 200M. 

Atualmente, ao abrigo da Estratégia Nacional para o Empreendedorismo, as startups nacionais têm ao seu dispôr financiamento específico e um conjunto de incentivos destinados a apoiar o seu desenvolvimento, desde a fase da ideia, passando pela incubação e desenvolvimento do negócio, até à aceleração e internacionalização.

Apesar da evolução do ecossistema empreendedor português desde o lançamento da estratégia StartUP Portugal ser bastante positiva, o Governo reconhece a importância de reforçar e dar continuidade ao trabalho já desenvolvido, lançando novas medidas de apoio ao empreendedorismo.

O programa Startup Portugal+ dá um novo impulso à estratégia inicial e atua perante os desafios emergentes, através de um conjunto de novas medidas destinadas a atrair mais talento, explorar novos mercados e dar mais apoio através de intervenções junto do ecossistema, no financiamento e no apoio à internacionalização. 

Além da consolidação e reativação de algumas medidas do programa original, são agora lançadas novas medidas divididas por três eixos de atuação: +Ecossistema, +Financiamento e +Internacionalização. 
 


Última atualização
14-11-2018
Avalie este conteúdo

Documentos para download


Programas e apresentações

Última atualização
14-11-2018
Avalie este conteúdo