Edições Anteriores (2009-2016)

PME Excelência 2016

Em 2016 este estatuto foi atribuído a 1786 empresas cujo desempenho melhorou globalmente, relativamente ao exercício anterior, traduzindo-se num aumento generalizado dos seus indicadores económico-financeiros.

Neste sentido, destacam-se o aumento do EBITDA em 35,7%, do capital próprio em 23,7%, das exportações em 17,9% e do volume de negócios em 16,6%. Em conjunto, estas 1786 PME Excelência representaram 62417 postos de trabalho.

Nesta edição foi considerado um novo rácio - dívida financeira líquida/EBITDA - cujo comportamento de 2014 para 2015 mostra que houve uma redução do endividamento global destas empresas.

Relativamente às edições anteriores mantém-se o posicionamento regional das empresas que atingiram o estatuto PME Excelência 2016, isto é, em primeiro lugar surge o distrito do Porto com 21% das empresas, seguido pelo de Lisboa com 18% e, pelos de Aveiro e Braga, com 12% e 11%, respectivamente. De igual modo, a representatividade setorial é liderada pela indústria (33,2% das empresas), seguindo-se o comércio (28,67%), os serviços (13,61%) e o turismo (11,53%).

No que diz respeito à sua dimensão, 69% das empresas são pequenas, 26% são médias e, os restantes 5% representam as de micro dimensão.

Lista de Empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2016


PME Excelência 2015


Foram 1509 as Empresas que em 2015 mereceram a qualificação de PME excelência, notabilizando-se junto dos seus Stakeholders.

Nos seus desempenhos são de destacar os aumentos de 49,6% do resultado líquido e de 32,1% do EBITDA  em relação a 2014.
Verifica-se crescimento em todos os indicadores das PME Excelência’15, desde o volume de negócios, 13,8% superior ao ano passado até às exportações que aumentaram uns impressionantes 19,4%.

Os números falam por si e demonstram a capacidade de gestão que as notabiliza, sendo ainda de referir o aumento de 25,4% da Rendibilidade dos Capitais Próprios e de 31,5% de Rendibilidade Líquida das Vendas.

Grande parte das PME Excelência está distribuída pelo distrito do Porto, que conta com 315 empresas, o distrito de Lisboa com 259 e o de Aveiro onde se localizam 199 empresas. No distrito de Braga estão 192 e Leiria, com 121,ocupam o 4º e 5º lugar da lista.

Setorialmente, o ranking não apresenta novidades. O Comércio e a Indústria são os setores com mais PME Excelência (respetivamente 537 e 508 empresas) e o Turismo, que em 2014 surpreendeu com a maior evolução de sempre, teve este ano 169 empresas com o estatuto PME Excelência.

Em conjunto, estas 1509 PME excelência representam 57 500 postos de trabalho.

Lista de Empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2015

 

PME Excelência 2014



Um total de 1845 empresas, representativas de vários setores de atividade de Norte a Sul do país, foram distinguidas com o estatuto PME Excelência 2014.

O universo das PME Excelência 2014 cresceu mais de 67% relativamente aos estatutos atribuídos no ano anterior. Os números não refletem menor exigência na atribuição do galardão, porque os requisitos base da distinção foram mantidos face à edição anterior, mas o que se verificou foi que muitas empresas apresentaram subidas médias muito substanciais nos seus indicadores económico-financeiros, melhorando os seus resultados em praticamente todos os indicadores.

Quando comparados com os últimos dados disponíveis da análise de empresas não financeiras do Banco de Portugal, verifica-se que há um enorme desvio da média apresentada pelas empresas em geral, o que faz com que as PME Excelência funcionem como motor da economia nos seus setores ou regiões.

São empresas que apresentam rácios de solidez financeira e de rendibilidade muito acima da média nacional e que têm conseguido atuar em contraciclo, aliando um crescimento médio das vendas de 15%, com o aumento das exportações situado nos 16%, 2 vezes e meia acima quando comparado com os resultados da estrutura empresarial nacional.

Com autonomias financeiras médias superiores a 54%, as PME distinguidas registam rendibilidades muito acima da média nacional, com crescimentos que ultrapassam os 40% ao nível dos capitais próprios, das vendas, e do ativo, valores que confirmam o perfil superior destas empresas em termos de desempenho.

Mais de 64% das empresas tem a sua atividade ligada à indústria e comércio, sendo a seguir o turismo e os serviços, com cerca de 12% cada um, os outros setores mais representados no conjunto da amostra das PME Excelência 2014.

Em conjunto as empresas são responsáveis por mais de 69 mil empregos, e estão sobretudo concentradas nos distritos do Porto (19%), Lisboa (17%), Aveiro (13%), Braga (12%) e Leiria (9%).

PME Excelência 2013

IAPMEI distinguiu 1103 empresas com o Estatuto PME Excelência 2013. No seu conjunto, as PME Excelência 2013 são responsáveis por mais de 43 mil postos de trabalho direto e geraram um volume de negócios superior a 5,8 mil milhões de euros em 2012, que representou um crescimento médio de 9%, face ao exercício anterior.

Com um ativo líquido global de 4,4 mil milhões de euros, as PME Excelência 2013 apresentam uma autonomia financeira média de 52,6% e níveis de rendibilidade dos capitais próprios, do ativo, e das vendas, de respetivamente 17%, 9% e 6,9%.

O contributo destas empresas para as exportações foi de 1,7 mil milhões de euros em 2012, valor que representou um crescimento de 27% relativamente ao ano anterior.

São empresas que tiveram um crescimento de 31,7% nos seus resultados líquidos e que viram aumentar o seu ativo em 11%.

Em termos setoriais, a Indústria, com 427 empresas (38,8%), e o Comércio, com 278 empresas (25,3%), são as atividades mais representadas no grupo das PME Excelência 2013, ocupando 64% do universo total de empresas distinguidas.

O Turismo e os Serviços, cada um representando 14% das empresas, os Transportes, com 3,9%, e a Construção, com 3,7%, são a seguir as atividades mais representativas no conjunto das PME Excelência.
Em termos de localização, os distritos do Porto e Lisboa, seguidos de Aveiro, Braga e Leiria, com respetivamente 204, 184, 157, 144 e 93 empresas, são os que reúnem a maior concentração das PME Excelência 2013.

PME Excelência 2012

Foram distinguidas com o estatuto PME Excelência 2012, um total de 1.314 pequenas e médias empresas, com rácios de solidez financeira e de rendibilidade acima da média nacional, que têm sabido manter altos padrões competitivos num contexto particularmente exigente e que estão a conseguir ultrapassar a crise com crescimento, consolidação de resultados, e contributos ativos na criação de riqueza e de emprego das regiões onde se inserem.

Em conjunto, as PME Excelência 2012 geram mais de 45 mil postos de trabalho direto e foram responsáveis por um volume de negócios superior a 6,3 mil milhões de euros em 2011, que representou um crescimento médio de 5%, face ao exercício anterior.

Com um ativo líquido global de 4,7 mil milhões de euros, as PME Excelência 2012 apresentam uma autonomia financeira média de 52% e níveis de rendibilidade dos capitais próprios, do ativo, e das vendas superiores à média nacional.

O seu contributo para as exportações foi de 1,6 mil milhões de euros em 2011, valor que representou um crescimento de 21% relativamente ao ano anterior.

São empresas que tiveram um crescimento de 24,6% nos seus resultados líquidos e que viram aumentar o seu ativo em 8%.

Em termos setoriais, a Indústria, com 440 empresas (36%), e o Comércio, com 362 empresas (29%), são as atividades mais representadas no grupo das PME Excelência 2012, ocupando 65% do universo total de empresas distinguidas.

Os Serviços estão representados com 14% das empresas, o Turismo com 11%, a Construção com 6%, e os Transportes com 4%, no conjunto das PME Excelência.

Em termos de localização, os distritos do Porto e Lisboa, seguidos de Aveiro, Braga e Leiria, com respetivamente 227, 202, 149, 136 e 89 empresas, são os que reúnem a maior concentração das PME Excelência 2012.

PME Excelência 2011

O Estatuto PME Excelência foi atribuído em 2011 a mais de 1.400 empresas, que em vários setores de atividade, se destacaram pelos melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão.

Em conjunto, as PME Excelência’11 geraram perto de 47 mil postos de trabalho direto e foram responsáveis por um volume de negócios superior a 7,9 mil milhões de euros no último ano, que representou um crescimento médio de 27%.

Com um ativo líquido global de 5,4 mil milhões de euros, as PME Excelência’11 apresentam uma autonomia financeira média de 51% e níveis de rendibilidade dos capitais próprios, do investimento, e das vendas superiores à média.

São empresas que tiveram um crescimento de 21% nos seus resultados líquidos e que viram aumentar o seu ativo em 12%.

Em termos setoriais, o Comércio e a Indústria são as atividades mais representadas no grupo das PME Excelência’11, ocupando 72% do universo total de empresas distinguidas.

Os Serviços estão representados com 10% das empresas, a Construção com 7%, e o Turismo com 6,8% no conjunto das PME Excelência’11.

Em termos de localização, os distritos do Porto e Lisboa, seguidos de Aveiro, Braga e Leiria, com respetivamente 265, 226, 180, 141 e 108 empresas, são os que reúnem a maior concentração das PME Excelência 2011.


PME Excelência 2010

São 1.105 as empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2010, que se evidenciaram pelos melhores desempenhos do universo das PME Líder nacionais de vários setores de actividade.


PME Excelência 2009

Foi no ano 2009 que teve início a atribuição do estatuto PME Excelência, que é atribuído anualmente a um conjunto de empresas selecionadas de entre as melhores PME Líder de cada edição.
A lista seguinte apresenta as PME Excelência 2009 apenas por distrito e, não considera o setor turismo.

Lista de empresas distinguidas com o Estatuto PME Excelência 2009

 



Última actualização
02-06-2017
Avalie este conteúdo
Última actualização
02-06-2017
Avalie este conteúdo